ARTE EM CERÂMICA. TRABALHOS EM ARGILA, ESMALTAÇÃO... E OUTROS ASSUNTOS

Quem sou eu

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

ALFONSINA STORNI NO "ENTRE ASPAS"



Alfonsina Storni, poetisa Suiça nascida em Capriasca em 29 de maio de 1892.
Trazida por seus pais aos 4 anos para Buenos Aires na Argentina, país este
que a adotou com sua nascionalidade.
Desde criança escreveu seus poemas sob o pseudônimo de Tao Lao.
Obteve importantes premios literários e, ficou conhecida amplamente em
todos os países latinoamericanos.
Mulher forte de porsonalidade muito marcante por ser adiante do seu tempo.
Viveu no meio de grandes intelectuais de sua época, mulher solitária teve uma
filha sem nunca mencionar o pai.
Aos 46 anos sofreu uma mastectomia o que lhe deixou marcas no corpo e na alma,
entrando em profunda depressão.
Em 25 de outubro de 1838 se suicida em Mar del Plata no mar, a exatos 70 anos.

Escolhí para postar hoje um de seus belos poemas para o "abre Aspas" e por ser
também dia do Today´s Flowers estes versos.


SOY ESTA FLOR

Tu vida es un gran rio, va caudalosamente.
A su orilla, invisible, yo broto dulcemente.
Soy esa flor perdida entre juncos y achiras
que piadoso alimentas, pero acaso ni miras.

Cuando creces, me arrastras y me muero en tu seno;
Cuando secas, me muero poco a poco en el cieno;
Pero de nuevo vuelvo a brotar dulcemente
cuando en los dias bellos vas caudalosamente.

Soy esa flor perdida que brota en tus riberas
humilde y silenciosa todas las primaveras.

5 comentários:

Gaspar de Jesus disse...

LIZETE
ADOREI esta sua Postagem!
Que LINDO
Obrigado por esta bela prenda logo ao acordar.
Beijo
G.J.

Jorge C. Reis disse...

A poesia é universal quando traduz sentimentos que nos tocam. Parabéns e obrigado por nos ter oferecido algo tão belo.
Voltarei aqui

Eduardo P.L disse...

Lili, sempre soube que você era boa de poesia e de poetas!

Bjs

Georgia disse...

Lizete, que linda a sua homenagem. E que mulher forte como vc mesma a descreveu.
Quem é que já nao se sentiu uma flor perdida neste mundo?

Um abraco

Elma Carneiro disse...

Boa noite Lizete
Não conhecia Alfonsina Storni, e gostei muito de sua poesia, do vídeo com uma maravilhosa canção e imagens belíssimas.
Parabéns pela sua escolha e a postagem.
Se você gosta de poesias veja então o meu outro blog, vai enconta-lo em meu perfil - Viart -
Obrigada pela visita e volte sempre.
Bjs

Seguidores

Today´s Flowers

Photobucket

Arquivo do blog

Premio DARDOS

Premio DARDOS
Recebido do Varal de Idéias